Raios ultravioletas não estão apenas no sol

  Dra. Patricia Fagundes   |     Dezembro 18, 2013   |     Oncologia / Dermatologia

Muito se engana quem pensa que a radiação ultravioleta (UV) é encontrada apenas no sol. Mas um subtipo deste raio também é emitido, por exemplo, por máquinas de bronzeamento artificial.

Antes de mais nada, você conhece os tipos de raios ultravioleta? São três:

  • O UVA, que consegue passar barreiras da atmosfera como a camada de ozônio e possui capacidade para entrar profundamente na pele. Quando não se usa protetor solar, este raio é responsável pelas manchas, envelhecimento precoce e câncer de pele quando há exposição prolongada por anos.
  • Já os raios UVB atingem as camadas superficiais da pele porque são mais absorvidos pela camada de ozônio. São eles os responsáveis pelas queimaduras e vermelhidão, além de também estimularem o desenvolvimento de câncer de pele.
  • Os raios UVC são os mais bem filtrados pela camada de ozônio e, por isso, a maioria dos protetores solares refere bloqueio apenas à UVA e UVB.

Nas câmaras de bronzeamento artificial são emitidos raios ultravioleta. Há quem pense que este tipo de bronzeamento evita os danos da exposição ao sol, mas isso não é verdade, já que há exposição ao mesmo raio que lesiona a pele quando exposta ao sol.

A melhor forma de proteção contra o envelhecimento precoce, queimaduras ou mesmo o câncer é o uso de protetor solar nos horários de maior intensidade de radiação, das 10h às 16h.

Um dos indicadores de problemas relacionados ao sol é a mudança ou aparecimento de pintas. Veja o post da semana passada e saiba mais.

Dra. Patricia Fagundes

Dra. Patricia Fagundes

Dra. Patricia Fagundes é dermatologista do Hospital 9 de Julho.

Comentarios

Guia Prático da Saúde da Mulher

Baixe Grátis!
BAIXE O E-BOOK GRÁTIS