9 dicas para se proteger contra doenças respiratórias

  Dr. Alexandre Kawassaki   |     Maio 7, 2015   |     Doenças Respiratórias

Todos os anos a situação se repete: basta que a temperatura baixe e o tempo fique mais seco para que ácaros, vírus, fungos e bactérias entrem em ação causando doenças comuns ao outono/inverno. E o sistema respiratório é o principal alvo: casos de asma, sinusite e rinite alérgica são muito mais comuns neste período.

Estima-se que cerca de 10% dos brasileiros apresentem quadros variados de asma, enquanto 30% sofram com rinite alérgica. Sintomas como espirro, coriza, congestão nasal e dores de cabeça podem facilmente ser confundidos com os de um resfriado, dificultando o diagnóstico e tratamento adequado, essencial para se evitar infecções oportunistas.

Isso porque o tempo seco aumenta a poluição no ar e deixa o muco mais espesso, fazendo com que vírus e bactérias permaneçam mais tempo no organismo e se proliferem. Além disso, quando está desidratada, a mucosa nasal não cumpre devidamente o papel de filtrar o ar e impedir a entrada de micro-organismos.

Um fator agravante é o aumento da poluição, intensificada pelo tempo seco, que pode causar ainda mais irritação ao nariz, pele e olhos.

Evitar a exposição ao ar poluído e aos agentes infecciosos e alergênicos é impossível, mas algumas medidas ajudam a reduzir o contato, diminuindo os riscos de doenças respiratórias e, ao mesmo tempo, aliviar o mal-estar causado pela baixa umidade.

Confira abaixo nove dicas para se cuidar bem nesta estação:

  1. Beba bastante água: o ideal é ingerir dois litros de água por dia para manter o organismo hidratado e as vias respiratórias devidamente umedecidas;
  2. Faça limpeza nasal com solução fisiológica ao menos duas vezes ao dia;
  3. Troque a roupa de cama a cada semana;
  4. Evite usar tapete em casa; em caso de ambientes acarpetados e móveis estofados, faça limpeza com soluções bactericidas;
  5. Guarde brinquedos de pelúcia em embalagens a vácuo depois de devida higienização;
  6. Evite ambientes fechados e aglomerações;
  7. Mantenha a casa limpa – de preferência com aspirador de pó e panos úmidos – e os ambientes sempre arejados de forma a permitir ventilação e entrada de luz solar, o que evita a formação de fungos;
  8. Evite fumar, principalmente em ambientes fechados;
  9. Pratique atividades físicas preferencialmente antes das 10h e após as 16h quando o tempo está menos seco.

E atenção: caso os sintomas apareçam, é importante se consultar com um médico para se fazer um diagnóstico preciso e seguir o tratamento mais adequado.

Guia da Vida Saudável sem Estresse

Dr. Alexandre Kawassaki

Dr. Alexandre Kawassaki

Dr. Alexandre Kawassaki é pneumologista do H9J.

Comentarios

Guia Prático da Saúde da Mulher

Baixe Grátis!
BAIXE O E-BOOK GRÁTIS