O que é a síndrome do ombro doloroso?

  Dr. Wander Ama   |     Novembro 24, 2016   |     Ortopedia

Sentir uma dor forte do lado esquerdo do peito assusta e leva muitos pacientes ao pronto-socorro por suspeita de infarto. O sintoma, conhecido por ser sinal de problemas cardíacos, no entanto, também pode indicar um problema ortopédico no ombro e nada tem a ver com o coração.

Alguns problemas na região causam dor irradiada na região torácica. Quando isso ocorre do lado esquerdo o paciente pode ser induzido ao erro de achar que está enfartando.

Esses casos são conhecidos no meio médico como “Síndrome do Ombro Doloroso” e podem ser ocasionados por uma série de problemas ortopédicos. Veja abaixo alguns dos mais comuns:

  • Artrose do ombro: a artrose é a degeneração da cartilagem. Com isso, aumenta o atrito durante a movimentação da articulação, causando dor e limitação nos movimentos do ombro;
  • Tendinite calcária: é o depósito de cálcio nos tendões localizados no ombro. Os sintomas começam com um desconforto leve, mas subitamente pode ocorrer dor intensa;
  • Lesão do manguito rotador: esse problema é causado pelo enfraquecimento de um ou mais tendões localizados na “cabeça” do úmero, osso do ombro. A lesão causa dor principalmente à noite e quando o paciente movimenta o braço para cima;
  • Capsulite adesiva: também conhecida como ombro congelado, essa doença é a inflamação na cápsula articular do ombro. Ela gera dor seguida de limitação dos movimentos;
  • Luxação: em termos médicos, a luxação é a perda do contato articular, ou seja, a separação de dois ossos que costumam ficar em contato pela cartilagem. Nesses casos, o úmero se desloca para fora, podendo ocasionar lesões de tecidos.

Todos os problemas que causam dor no ombro podem irradiar para outras regiões do corpo, como braços, tórax e costas. Por isso, é importante que o médico esteja atento para identificar o real problema e tratar da maneira correta.

Tratamento

O tratamento pode ser cirúrgico ou não. Em alguns casos o uso de analgésicos e anti-inflamatórios aliados à fisioterapia, acupuntura, crioterapia, terapia de onda de choque e Reeducação Postural Global (RPG) pode resolver o problema. Quando a lesão é ligamentar, de tendão ou de cartilagem grave é necessário o tratamento cirúrgico, que é definido caso a caso.

Guia da Vida Saudável sem Estresse

Dr. Wander Ama

Dr. Wander Ama é ortopedista do Hospital 9 de Julho.

Comentarios

Guia Prático da Saúde da Mulher

Baixe Grátis!
BAIXE O E-BOOK GRÁTIS