Prevenindo a silenciosa insuficiência renal

  Dra. Zita Maria Leme Brito   |     Maio 2, 2011   |     Alimentação

Vários fatores do cotidiano, que costumam passar despercebidos ou não serem levados a sério como deveriam, podem desencadear problemas de saúde. Obesidade, o consumo excessivo de sal, a baixa ingestão de água e uso abusivo de antiinflamatórios, por exemplo, podem contribuir para o desenvolvimento da insuficiência renal.

Essa doença acontece quando o rim perde sua função aos poucos, em um processo irreversível. De acordo com a Sociedade Brasileira de Nefrologia, a doença renal crônica atinge 11% da população, sendo que 90% dessas pessoas não sabem disso. É uma doença silenciosa, que só começa a manifestar sintomas quando o rim está funcionando abaixo de 40% da sua função.

O rim não é um mero filtro do corpo. Ele também é responsável pela parte endócrina do corpo, além de prevenir anemia, controlar a pressão arterial e balancear vários níveis do organismo, como a quantidade de cálcio e fósforo, o PH, os eletrólitos e fazer o balanceamento hídrico.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Nefrologia, a doença renal crônica atinge 11% da população, sendo que 90% dessas pessoas não sabem disso

Antes que a doença renal crônica evolua, é melhor prevenir e evitar a necessidade de terapia renal substitutiva, como a hemodiálise, a diálise peritoneal e o transplante. Hábitos alimentares saudáveis, com baixo teor de sódio, prática diária de exercícios físicos, além de controle da pressão arterial, glicemia, obesidade e acompanhamento de qualquer alteração da função ou morfologia renal, são maneiras de ter uma vida mais saudável e evitar este mal que atinge uma parcela significativa da população.

A chave para prevenir uma condição dessas está na qualidade de vida. Evitar fumo, álcool, energéticos e praticar exercícios regularmenteajudam na prevenção de diversas doenças, incluindo as renais.

Caso exista um histórico familiar de problemas de pressão, o cuidado precisa ser redobrado. O ideal é que um check-up seja feito a cada 5 anos, aproximadamente.

Dra. Zita Maria Leme Brito

Dra. Zita Maria Leme Brito

Dra. Zita Maria Leme Brito é Nefrologista do Hospital 9 de Julho.

Comentarios

Guia Prático da Saúde da Mulher

Baixe Grátis!
BAIXE O E-BOOK GRÁTIS