PET-CT: o que é e para que serve?

  Dr. Heitor Naoki Sado   |     Julho 29, 2016   |     Oncologia / Por Dentro do 9

Para diagnosticar doenças de alta complexidade, médicos lançam mão dos mais variados exames. Ressonâncias e ultrassons são os mais comuns. Alguns outros, no entanto, têm maior precisão, mas assustam os pacientes por serem desconhecidos.

Esse é o caso do PET-CT, exames diagnósticos por imagem (PET e CT) que quando realizados em conjunto são muito eficientes na detecção de cânceres, doenças do coração e problemas neurológicos.

A sigla PET vem do inglês e traduzida significa “Tomografia por Emissão de Pósitrons”. Esse é um exame que revela alterações no metabolismo celular. Já CT é a sigla em inglês para “Tomografia Computadorizada”, exame que produz imagens detalhadas da anatomia do paciente por meio de tecnologia digital e recursos de raio-x.

Para realizar esses exames é preciso aparelhos de alta tecnologia. Juntos eles permitem uma análise minuciosa do metabolismo e da anatomia do corpo do paciente.

Indicações

O PET-CT é indicado em casos suspeitos de câncer, para análise do estágio de um tumor, para avaliação de eficácia de tratamento, para planejamento de radioterapia, para verificar a saúde de corações que já tenham sofrido infartos e para analisar a função cerebral em detalhes.

Como é feito?

O procedimento não é invasivo e é extremamente seguro. Para realizá-lo, o paciente recebe, por via venosa, uma substância que emite baixas doses de radiação a base de glicose. Com isso, o médico consegue observar o consumo da glicose em cada parte do corpo e localizar possíveis problemas.

O procedimento não é invasivo e é extremamente seguro.

O exame leva cerca de duas horas, porque é preciso esperar que a substância faça o efeito desejado no organismo. Além disso, é necessário jejum de seis horas antes da realização do exame.

Preparação

Alimentos ricos em carboidratos (pão, massa, arroz, batata, doces, derivados do leite, etc.) devem ser evitados 24 horas antes do procedimento. No mesmo período é proibida a prática de atividades físicas. Medicamentos como a insulina devem ser suspensos conforme orientação no momento do agendamento.

Nos dias frios é importante se agasalhar para evitar ativação de mecanismos biológicos para compensar a queda de temperatura do corpo, que por sua vez pode alterar o metabolismo da glicose das células e prejudicar a qualidade do procedimento.

Medicamentos como a insulina devem ser suspensos conforme orientação no momento do agendamento.

Dependendo do motivo, é preciso utilizar meios de contraste da tomografia computadorizada (água ou a base de iodo), que podem ser oferecidos por boca por cerca de uma hora antes do início das imagens, ou através de injeção na veia no momento do exame.

A preparação é extremamente importante e influi diretamente no resultado do exame.  

Guia da Vida Saudável sem Estresse

Dr. Heitor Naoki Sado

Dr. Heitor Naoki Sado, médico nuclear do Hospital 9 de Julho.

Comentarios

Guia Prático da Saúde da Mulher

Baixe Grátis!
BAIXE O E-BOOK GRÁTIS