Dia Mundial da Saúde: ser saudável é mais simples do que parece

  Dr. Ricardo Nahas   |     Abril 7, 2016   |     Medicina do Esporte / Alimentação

dia_mundial_da_saude“A saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade”. Esta é a definição de saúde criada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em 1946.

Pouco depois dessa data, em 7 de abril de 1948, foi criado o Dia Mundial da Saúde com o objetivo de conscientizar a população sobre o conceito (até então recente) e seu amplo entendimento, levando em consideração todos os fatores que têm efeito positivo ou negativo sobre o nosso bem-estar.

Cuidados com a saúde

Com base na definição da OMS, o conceito é muito mais abrangente e, portanto, mais difícil de se atingir em seu estágio pleno, visto que muitas pessoas não associam o bem-estar mental à saúde, considerando-se saudáveis apenas por não apresentar sintomas que possam ser indícios de doenças.

Se por um lado a intensificação constante da rotina de trabalho e o dia a dia cada vez mais estressante têm comprometido o bem-estar das pessoas, a população têm dado mais atenção a esses cuidados. As mulheres continuam a maioria.

Uma pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2015 mostra que 78% das mulheres foram ao médico ao menos uma vez no período de um ano, contra 63% dos homens.

São elas também as que mais se preocupam com a família incentivando parentes e filhos a procurarem cuidados médicos.

Mais simples do que parece

A principal desculpa para a falta de cuidados é quase uma unanimidade: a falta de tempo para ir ao médico. O que nem todo mundo sabe é que consultas regulares e check-ups anuais são medidas preventivas essenciais - e encontrar um tempo na agenda é uma atitude que faz a diferença.

Porém, a busca por uma vida mais equilibrada pode ser bem mais simples e começar mesmo em casa, com duas regras de ouro: a alimentação saudável e a prática frequente de atividades físicas. Esta é a “fórmula” mais eficaz para manter afastada qualquer doença e ainda garantir a dose necessária de bem-estar para aqueles dias mais corridos.

Ao evitar o sedentarismo e optar por uma alimentação saudável, estamos automaticamente combatendo a obesidade, problema associado a uma série de doenças como hipertensão, diabetes, colesterol elevado, doenças cardiovasculares, problemas gastrointestinais, dores crônicas e até mesmo câncer. Da mesma forma, estamos garantindo mais longevidade.

A escolha por uma alimentação balanceada – repleta de fibras, frutas, verduras e cereais integrais – nos abastece com os alguns dos nutrientes mais importantes para manter o corpo em equilíbrio. Além disso, a prática de exercícios físicos é a principal fonte de endorfina, o hormônio do prazer.

Agora que você já viu como é simples ter mais saúde, que tal começar hoje mesmo a cuidar da sua?

Dr. Ricardo Nahas, coordenador do Centro de Medicina do Exercício e do Esporte do Hospital 9 de Julho

Guia da Vida Saudável sem Estresse

Dr. Ricardo Nahas

Dr. Ricardo Nahas

Dr. Ricardo Nahas é coordenador do Centro do Medicina do Exercício e do Esporte do Hospital 9 de Julho.

Comentarios

Guia Prático da Saúde da Mulher

Baixe Grátis!
BAIXE O E-BOOK GRÁTIS