Conheça os cuidados com a depilação íntima

  Dra. Barbara Murayama   |     Dezembro 1, 2017

É grande a procura, tanto de homens quanto de mulheres, por salões de beleza e clínicas estéticas para manter a região íntima com poucos pelos. É comum que as pessoas busquem profissionais para realizar o procedimento, mas há quem prefira fazê-lo em casa.

Nesse caso, seja com cera quente, com lâmina,  com cremes ou técnicas mais duradouras como laser uma coisa é certa: a depilação íntima requer cuidados para não maltratar a pele. Criamos uma lista com orientações que todo mundo precisa conhecer antes de remover os pelos indesejados. Confira!

Escolha a técnica mais apropriada para o seu corpo

Muitas pessoas desenvolvem alergias e irritações quando usam lâmina de barbear ou cera quente. É fundamental que você saiba qual método de depilação é menos agressivo para sua pele. Para isso, converse com seu dermatologista.

Cuidado com a temperatura da cera

A pele na região genital é muito sensível. Portanto, é preciso ter mais atenção para não se machucar. Antes de utilizar cera quente, certifique-se de que a temperatura não causará queimaduras.

Lâmina de barbear

Quem pretende usar esse método precisa tomar cuidados específicos. O primeiro é sempre aplicar algum tipo de gel ou creme (de preferência sem substâncias que causem frescor, pois elas podem gerar ardência) antes da depilação. Nunca passe a lâmina com força, para não cortar a pele, e raspe os pelos no sentido do crescimento (assim, diminuem as chances de fios encravados).Atenção!Usar lâminas em bom estado, desprezar se estiver com áreas de ferrugem e não compartilhar. 

Cremes depilatórios

Quem não suporta o uso de cera e também não deseja apelar para as lâminas pode utilizar cremes depilatórios. Por se tratar de um produto químico, o mais adequado é utilizar os que forem específicos para as regiões íntimas, caso contrário, há a possibilidade de surgir alguma alergia. Antes de usá-lo definitivamente, é importante observar a reação da pele a esse método, por isso, faça um pequeno teste no braço ou na perna.

Acalme sua pele

É comum que a pele fique levemente irritada depois da depilação, e a melhor coisa a fazer é aliviar esse incômodo. Cremes à base de aloe vera são uma boa alternativa, mas cuidado – as versões que prometem sensação de frescor podem conter substâncias que irritem a região. 

Seguindo essas dicas, a chance de ter uma experiência traumática com a depilação íntima diminui bastante. Para as técnicas mais duradouras como cera e o laser sempre procure profissional especialista. 

Uma orientação final para quem gosta de depilar a região por completo: os pelos pubianos são uma forma de proteção do corpo, essa é sua função principal. Por isso, o ideal é nunca retirá-lostotalmente, mantendo os pelos mais ou menos na marca do biquíni e apenas aparando o restante com tesoura sem ponta. 

Guia Prático da Saúde da Mulher

Dra. Barbara Murayama

Dra. Barbara Murayama

Dra. Barbara Murayama é ginecologista e coordenadora da Clínica da Mulher do Hospital 9 de Julho.

Comentarios

Guia Prático da Saúde da Mulher

Baixe Grátis!
BAIXE O E-BOOK GRÁTIS