banner-home-ebook.jpg

Como é o tratamento de pedra no rim?

  Hospital 9 de Julho   |     Maio 20, 2010   |     Gastroenterologia / Endocrinologia

As pedras nos rins – ou cálculos renais – são uma das doenças mais comuns atualmente, acometendo de 5% a 15% dos indivíduos em algum momento da vida, com alto índice de reincidência.

Geralmente é percebida por dor lombar intensa, podendo irradiar-se para os flancos e face interna da coxa, além de estar acompanhada de eliminação de urina avermelhada (hematúria ), sensação de dor ao urinar e até mesmo da eliminação do próprio cálculo.

Essa doença apresenta vários fatores de risco, como por exemplo: gênero sexual (mais comum no sexo masculino), idade, presença de alterações anatômicas do trato urinário, fatores genéticos, distúrbios metabólicos presentes – como aumento da eliminação urinária de cálcio, ácido úrico, oxalato, diminuição da concentração urinária de citrato, etc –, redução do volume urinário (ingerir pouco líquido), fatores epidemiológicos (clima quente, exposição ao calor ou ar condicionado, sedentarismo, dieta com maior ingestão de proteína animal e sal) e infecções urinárias.

O diagnóstico é baseado no quadro clínico, em exames de urina, urocultura e exames de imagem como o raio-x simples de abdômen, ultrassom de rins e vias urinárias e a tomografia helicoidal de abdômen e pelve sem contraste injetável.

O tratamento consiste basicamente em duas etapas:

  • Na crise aguda, o tratamento prescrito envolve a necessidade de hidratação do paciente, estímulo a atividades físicas e analgésicos e antibióticos apenas se houver infecção associada. A abordagem urológica procura, sempre que possível, ser minimamente invasiva. No entanto, algumas vezes há necessidade de tratamento intervencionista que inclui a litotripsia extracorpórea com ondas de choque (LECO), nefrolitotripsia percutânea, ureterolitotripsia transureteroscópica e ureterolitotomia;
  • Após a fase aguda, o paciente deve ser submetido a uma investigação laboratorial para buscar possíveis alterações urinárias que justifiquem a formação de cálculos, para assim, prevenir a reincidência por meio de tratamento.

Comentarios

Guia Prático da Saúde da Mulher

Baixe Grátis!
BAIXE O E-BOOK GRÁTIS