Atividade física: por que não viver sem ela?

  Dr. Ricardo Nahas   |     Maio 4, 2017   |     Medicina do Esporte

Todo mundo fala que atividade física é importante, mas pouca gente entende o real motivo de ter que se exercitar. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), até 2060 o número de idosos com 80 anos ou mais pode passar de 19 milhões.

Nesse contexto, mexer-se é sinônimo de qualidade de vida. Já que viveremos mais, temos que preparar o nosso corpo para um envelhecimento saudável.

Alguns fatores tornam os exercícios físicos fundamentais para uma melhor qualidade de vida depois dos 60 anos. São eles:

As pessoas, porém, estão cada vez mais sedentárias, por isso reforço a necessidade de se manter ativo desde jovem.

Há quem só tome consciência da relevância de manter o corpo ativo com 50 ou 60 anos, mas algumas situações são irreversíveis nessa idade. Por isso, precisamos motivar os mais novos a praticar atividades desde cedo.

A prevenção é fundamental, mas nunca é tarde para começar uma caminhada ou outros exercícios. O céu é o limite para quem quiser viver melhor, basta fazer uma avaliação médica antes para saber qual exercício é mais indicado.

Dr. Ricardo Nahas

Dr. Ricardo Nahas

Dr. Ricardo Nahas é coordenador do Centro do Medicina do Exercício e do Esporte do Hospital 9 de Julho.

Comentarios

Guia Prático da Saúde da Mulher

Baixe Grátis!
BAIXE O E-BOOK GRÁTIS