Anemia: o que é e como evitar

  Dr. José Luiz Capalbo   |     Agosto 15, 2017

Tontura, sensação de fraqueza, sonolência, palidez, palma da mão e mucosas dos olhos esbranquiçada são alguns sinais que podem indicar anemia.

Esse é o nome genérico de uma série de condições caracterizadas pela deficiência na concentração da hemoglobina (elemento do sangue com a função de transportar oxigênio dos pulmões para nutrir todas as células do organismo) ou na produção das hemácias (o mesmo que eritrócitos ou glóbulos vermelhos).

Embora a anemia não seja considerada preocupante por muitas pessoas, elaé um importante sinal de outros tipos de doenças que provocam alteração sanguínea, ou seja, redução do número de hemácias circulantes. É sempre indicado, portanto, procurar orientação médica ao sinal de qualquer sintoma.

Quais são os tipos de anemias?

A anemia pode ser aguda,crônica, adquirida ou hereditária. É aguda quando há perda expressiva e acelerada de sangue, o que pode acontecer em acidentes, cirurgias, sangramentos gastrintestinais etc. A crônica é provocada por doenças de base, algumas hereditárias e outras adquiridas, como as que ocorrem por deficiência nutricional e em mulheres grávidas, por deficiência de ferro (anemia ferropriva), carência da vitamina B12 ou de ácido fólico (anemia megaloblástica).

Anemia ferropriva – o tipo mais comum

Um dos tipos mais comuns de anemia é a ferropriva. Ela está diretamente relacionada com a deficiência de ferro e uma das principais causas é a carência nutricional.

Com a correria do dia a dia, muitas vezes as pessoas acabam substituindo uma refeição por lanches rápidos. A recorrência desse hábito pode agravar a deficiência de ferro no organismo e provocar a anemia ferropriva.

Os sintomas mais importantes da anemia aguda são provocados pela redução no volume de sangue circulante. O principal deles é a queda da pressão arterial.

Sendo assim, vale sempre optar por ingerir alimentos ricos em ferro, como carne vermelha, ovos, verduras de folhas escuras (espinafre, brócolis, couve e salsa), leguminosas (feijão, lentilhas, grão-de-bico, ervilhas)efrutas (uvas, maçãs, nozes, amêndoas, castanhas).

Conheça os sintomas da anemia

Os sintomas mais importantes da anemia aguda são provocados pela redução no volume de sangue circulante. O principal deles é a queda da pressão arterial.

Na anemia crônica, a baixa na produção de hemoglobina provoca palidez cutânea e nas mucosas. Outros sintomas são cansaço, falta de memória, tontura, fraqueza, dores musculares, sonolência, falta de ar ou respiração muito curta. Como o coração precisa bater mais depressa para garantir o oxigênio necessário para as células do corpo, ele começa a gerar taquicardia e palpitações. A intensidade dos sintomas aumenta quando a pessoa anêmica pratica atividade física.

Identifique o problema

Para ter um diagnóstico correto é fundamental uma avaliação clínica. O médico normalmente vai solicitar exames laboratoriais de sangue. Uma vez constatado o distúrbio, é indispensável determinar sua causa para introduzir o tratamento adequado. E não se esqueça: cuidar da alimentação é uma maneira de reduzir os quadros de anemia ferropriva.

Guia da Vida Saudável sem Estresse

Dr. José Luiz Capalbo

Dr. José Luiz Capalbo

Dr. José Luiz Capalbo é Coordenador do Centro de Gastroenterologia do H9J.

Comentarios

Guia Prático da Saúde da Mulher

Baixe Grátis!
BAIXE O E-BOOK GRÁTIS