9 dicas para cuidar bem da coluna

  Dr. Ricardo Nahas   |     Maio 18, 2016   |     Medicina do Esporte

Quem nunca sofreu de uma dor nas costas, daquelas que, mesmo leves, persistem por vários dias? Ou quem nunca deu aquele “mau-jeito” nas costas ao fazer um movimento brusco? Muito comuns também são os torcicolos e dores lombares que resultam de uma noite mal dormida.

Seja em casa, no trabalho ou mesmo nos momentos de lazer, estamos sempre expostos a situações que colocam a saúde da nossa coluna em risco. Para isso, basta descuidar da postura.

Se você estava com a postura inadequada ao começar a ler este texto, certamente ajustou sua posição na cadeira. São cuidados como esse que devem ser tomados todos os dias, para que nossa coluna nos sustente por muito tempo.

Para isso, listamos algumas dicas simples que no dia a dia acabam passando despercebidas. Veja abaixo 9 formas de colaborar para a saúde da sua coluna:

Trabalho

1. É muito comum nos descuidarmos da coluna enquanto trabalhamos. Lembre-se de manter a coluna sempre ereta, com as costas totalmente apoiadas na cadeira e os pés apoiados no chão para que o joelho esteja dobrado em um ângulo de 90 graus. Se necessário, use um apoio para os pés;

2. Passamos boa parte do dia em frente ao computador, por isso é preciso de atenção especial com a posição da tela e do teclado: a tela deve estar à altura dos olhos, evitando sobrecarga no pescoço, e, ao usar o teclado, mantenha ambos os braços apoiados na mesa para não forçar os ombros;

3. Faça pequenas pausas durante o dia, levantando-se: aproveite para ir ao banheiro, tomar água ou café. Uma rápida caminhada é suficiente;

4. Ao falar ao celular ou telefone, evite usar o ombro para apoiar o aparelho, situação muito comum quando queremos manter ambas as mãos livres para, por exemplo, digitar enquanto conversamos. Se você precisa fazer isso em seu trabalho, prefira usar um headset (conjunto com fone e microfone).

Em casa

5. Se você trabalha em casa, não use o sofá como estação de trabalho. Invista em uma cadeira confortável e uma mesa própria para isso;

6. Não flexione a cabeça para baixo ao ler um livro no transporte público ou digitar no celular. Prefira elevar os braços deixando a leitura mais próxima à visão;

7. Sempre quando for abaixar para pegar algum objeto, use as pernas: ao flexionar os joelhos, você evita esforço desnecessário na musculatura da coluna, movimento responsável pelo famoso “mau-jeito” nas costas;

8. Se o objeto está muito alto, use um apoio, não force ou torça a coluna (o que ocorre quando levantamos muito um único braço) para alcançar o que precisa. Use o movimento de rotação do braço e evite “esticar” o ombro;

9. Chegamos ao fim do dia, mas os cuidados não acabaram. A posição em que dormimos é essencial para mantermos a coluna saudável. Por isso, escolha um travesseiro que se ajuste perfeitamente a seu pescoço e invista em um colchão de qualidade. E lembre-se: a melhor posição para o sono é deitar de lado, com os joelhos dobrados, imitando a posição fetal. Se você tem o costume de dormir de bruços, muito cuidado: esta posição é a que mais força a lombar.

Está sentindo dores? Procure um médico

O diagnóstico ágil e preciso é fundamental para tratar a dor adequadamente. Por isso, evite se automedicar ao sentir aquele desconforto nas costas. Por menor que seja, a dor pode ser reflexo de uma lesão grave e o medicamento, ao aliviar a dor, pode mascarar a verdadeira causa do problema.

O diagnóstico é feito por meio de exames como radiografia, tomografia computadorizada e eletroneuromiografia, que podem ser solicitados de acordo com a avaliação médica.

Uma vez que a dor é controlada, é preciso fazer uma série de exercícios para corrigir a postura, que vão desde a atenção aos itens acima citados até, nos casos mais graves, a tratamentos como fisioterapia, pilates ou RPG.

A prática de atividades físicas, por sinal, é uma ótima forma de prevenção de dores, desde que sejam respeitadas as recomendações para cada modalidade. Por isso, ao iniciar uma atividade é essencial que haja supervisão de um profissional capacitado.

O diagnóstico ágil e preciso é fundamental para tratar a dor adequadamente. Por isso, evite se automedicar ao sentir aquele desconforto nas costas.

Dr. Ricardo Nahas

Dr. Ricardo Nahas

Dr. Ricardo Nahas é coordenador do Centro do Medicina do Exercício e do Esporte do Hospital 9 de Julho.

Comentarios

Guia Prático da Saúde da Mulher

Baixe Grátis!
BAIXE O E-BOOK GRÁTIS